Saiba o que é mito e o que é verdade sobre impressoras 3D | Arquivo Social

Notícias Jonny Carvalho

Saiba o que é mito e o que é verdade sobre impressoras 3D

Saiba o que é mito e o que é verdade sobre impressoras 3D

impressoras 3D

O potencial de impressoras 3D cresce a cada ano, aumentado assim a procura por este tipo de equipamento . Essas máquinas já produzem desde peças decorativas e pequenos componentes industriais, até implantes cirúrgicos, casas e veículos. Com o aumento do interesse nas máquinas que imprimem objetos tridimensionais, surgem dúvidas sobre o tema. Os dispositivos demoram muito para imprimir? Quais materiais podem ser utilizados? Quão versáteis são esses aparelhos?

Confira, a seguir, uma lista de mitos e verdades sobre impressoras 3D. 

A impressão 3D é feita em pouco tempo?

Mito. A velocidade de trabalho das impressoras 3D de fato aumentou nos últimos anos, mas ainda assim esse é um método de fabricação mais lento que outros mais tradicionais, como fundição ou moldagem por injeção. Os equipamentos colocam camada por camada de material para dar forma a um objeto, o que pode levar muitas horas. Quanto mais detalhado o design, maior a demora na impressão.

Em grandes volumes ou quantidades, ainda não dá para competir com as tecnologias tradicionais. No entanto, se o objetivo é fazer um protótipo complexo, um produto único ou um pequeno objeto, a impressão 3D provavelmente será a opção mais veloz. As impressoras permitem uma complexidade praticamente livre no desenho do produto, sem custo ou tempo maior para criar um molde ou peça específica.

impressoras 3D

impressoras 3D

Impressoras 3D podem produzir qualquer coisa?

Mito. A impressão 3D de fato revolucionou muitas áreas com a fabricação de carros, aviões, ferramentas, máquinas e até implantes e próteses. Porém, pensar que essa tecnologia pode produzir qualquer coisa é um erro. Sua aplicação só é uma alternativa prática em certas circunstâncias e os designs 3D não são algo fácil de criar, tampouco acessíveis a qualquer um. A impressão de casas, comida ou órgãos, por exemplo, é uma perspectiva interessante, mas atualmente esses tipos de produção ainda são raras ou limitadas a pesquisas científicas.

A impressão 3D é a grande descoberta do século 21?

Mito. Os primeiros conceitos e estudos sobre técnicas aditivas para a fabricação de objetos tridimensionais começaram na década de 1970 e, em 1984, o americano Charles Hull criou uma máquina de estereolitografia, a primeira impressora 3D. Em cerca de cinco anos, a tecnologia já havia sido copiada por diversas outras empresas. Entretanto, a impressão 3D só ganhou popularidade na última década porque os equipamentos se tornaram significantemente mais compactos e baratos.

Qualquer um pode ter uma impressora 3D em casa?

Mito. Apesar da queda nos preços, a ideia de popularização das impressoras 3D a um nível em que qualquer um possa ter a sua não parece provável tão cedo. Esses aparelhos, na forma atual, não são simples de operar, por mais que o usuário pegue um design pronto na Internet. Portanto, só alguns profissionais têm a habilidade e a necessidade de usá-los. Consumidores que eventualmente queiram determinadas peças podem usar serviços online que as produzem e entregam por encomenda.

VEJA TAMBÉM…

Impressora constroi casa 3D em apenas 24hs

Sobre o autor | Website

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.