Mercadorias “desviadas” na internet eram vendidas por funcionários dos Correios

Mercadorias “desviadas” na internet eram vendidas por funcionários dos Correios

Um mandado de busca e apreensão foi realizado na residência de um funcionário dos Correios suspeito de vender telefones celular e outros tipos de mercadorias eletrônicas “desviadas” na internet.

 

De acordo com as investigações as mercadorias eram de grande valor. Os produtos eram vendidos em sites e apps de comércio eletrônico.

De acordo com as verificações de compradores dessas mercadorias, houve uma possível participação de um funcionário dos Correios.

Na residência do acusado foram apreendidas várias mercadorias, algumas até lacradas dentro de caixas originais, onde a mesma contia notas fiscais com o nome dos reais compradores. Algumas mercadorias excediam o valor de R$ 30.000,00

O investigado será indiciado pela prática do crime de peculato, cula a pena máxima é 12 anos de prisão, podendo inclusive perder o cargo de funcionário público que ocupa em caso de condenação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO

COMENTÁRIO

2018-05-17T14:29:08+00:00 Notícias|

About the Author: