Notícias Natanael Pereira

Rússia recorre à Justiça para bloquear Telegram

Rússia recorre à Justiça para bloquear Telegram

Aplicativo Telegram poderá ser barrado por não ter entregar segredo que desvenda mensagens criptografadas. Após o aplicativo de troca de mensagens se recusar a entregar aos serviços russos de Segurança (FSB) suas chaves de encriptação, a agência de regulação Roskomnadzor recorreu à Justiça nesta sexta-feira (6) para pedir o bloqueio do Telegram. Em 20 de março, o órgão deu ao Telegram um prazo de 15 dias para entregar suas chaves de encriptação.

Em um comunicado, a agência de regulação Roskomnadzor disse ter aberto um procedimento em um tribunal de Moscou para pedir que seja restringido o acesso ao Telegram, aplicativo fundada pelo russo Pavel Durov e conhecido por oferecer um alto nível de confidencialidade.

 

Pavel Chikov, o advogado da empresa, explicou que as exigências das autoridades eram “inaplicáveis” do ponto de vista técnico, devido ao complexo sistema de encriptação. O app já teria escapado de um bloqueio em junho, após aceitar fornecer ao regulador russo informações que antes se negava a entregar, em outubro, a Justiça russa condenou o Telegram a pagar uma multa de 800 mil rublos (€ 18 mil euros) por se negar a cooperar com o FSB.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO

COMENTÁRIO

Sobre o autor | Website

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.